Connect with us

Alpha Testes: Peugeot segue eletrificando seus modelos no Brasil

Published

on



e-2008 oferece 136 cavalos de potência e autonomia de 234 quilômetros


Texto: Sérgio Dias
Fotos: Divulgação

A Peugeot tem dado passos largos rumo a eletrificação da sua gama, tanto que metade dos modelos comercializados no Brasil têm a opção de versão 100% elétrica: e-208, e-Expert e o e-2008, que o Jornal Alpha Autos teve a oportunidade de conhecer e avaliar.

O SUV Peugeot e-2008 é equipado com um motor que entrega 26,5 kgfm de torque instantâneo e 136 cavalos de potência. Com 50 kWh de capacidade, a bateria tinha, isso mesmo, tinha uma autonomia de 345 quilômetros com carga completa no ciclo WLTP.


WLTP significa “Worldwide Harmonized Light-duty Vehicles Test Procedure” ou em português, “Procedimento Mundial Harmonizado para Teste de Veículos Ligeiros” e é um protocolo definido pela Comissão Econômica da ONU – Organização das Nações Unidas para definir um standard no que respeita aos testes para medição do consumo.

Acontece que o Inmetro apresentou no último dia 1º de fevereiro a 15ª edição da tabela do PBEV – Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular e adotou uma correção de 30% na autonomia dos veículos 100% elétricos. Portanto o Peugeot e-2008 tem uma autonomia de 234 quilômetros considerando o ciclo PBEV, ideal para uso urbano e nem tanto para alguma viagem, por exemplo.


Voltando ao SUV 100% elétrico da Peugeot, ele tem três diferentes modos de condução à disposição do condutor: SPORT, prioriza o desempenho, utilizando-se da potência e torque máximo; NORMAL, indicado para garantir o conforto ideal nos deslocamentos do dia a dia; e ECO, com foco na otimização da autonomia.

O modelo traz ainda um novo seletor de condução, o e-Toggle, onde está disponível a função “B Mode”. Também conhecida como one pedal, ela atua com o freio motor e faz a desaceleração do veículo com a simples retirada do pé do acelerador pelo motorista para regeneração da bateria, otimizando a autonomia. Além disso, a função também contribui com o aumento da vida útil das pastilhas de freio.

O e-2008 pode ser carregado em tomadas convencionais do tipo residenciais ou em carregadores rápidos por meio de um plug, posicionado no mesmo local que seria o de abastecimento em um veículo térmico. O sistema é composto por um plug Tipo 2, para corrente alternada (AC), e plug CCS-2, para corrente contínua (CC).


O modelo pode ter 80% da bateria carregada em apenas 30 minutos, caso o usuário utilize uma estação ultrarrápida de recarga de 100 kW, e os dados de utilização e consumo da bateria e do powertrain elétrico são ilustrados no painel de instrumentos digital 3D.

No design, a dianteira conta com faróis em Full LED que lembram dentes de sabre, além da grade com detalhes na cor da carroceria. Na traseira as lanternas em LED remetem às garras do leão, além da faixa horizontal que une o conjunto, e o teto com duas tonalidades. O monograma com a letra “e” destacada em azul acompanha a nomenclatura 2008 indicando que se tratar de um veículo movido a eletricidade.

Por dentro, o i-Cockpit 3D traz muita funcionalidade para uma condução intuitiva. Fazem parte deste conjunto o volante esportivo, a central multimídia com tela de 10 polegadas e o Cluster 3D, além da navegação GPS 3D e a série de botões de controle batizada de toggles switches.

Os bancos de couro com formato esportivo, teto solar panorâmico e uma ambientação com oito opções de cores de iluminação, para dar o toque final de personalização, completam o pacote visual.


Também são destaques do Peugeot e-2008 as rodas bi-ton diamantadas de 18 polegadas; porta-malas com 434 litros de capacidade e dois níveis de organização; piloto automático inteligente; frenagem automática de emergência; assistência de farol alto; alerta de atenção e fadiga; reconhecimento de placas de velocidade; sistema ativo de ponto cego; alerta e correção de permanência em faixa; e seis airbags.

C-Move: o futuro da mobilidade elétrica no Brasil

Seguindo o assunto da avaliação dessa semana, que é a eletrificação de veículos, mais uma edição do C-MOVE – Congresso da Mobilidade e Veículos Elétricos já tem data e local para acontecer: 7 e 8 de março em Brasília.

No evento serão discutidas políticas públicas, infraestrutura e tecnologias que giram em torno da mobilidade híbrida e puramente elétrica.

Apenas para ilustrar a rápida adesão dos brasileiros à eletromobilidade, em 2022, os emplacamentos de automóveis e comerciais leves elétricos cresceram 194,9% em relação ao ano anterior. Já as motocicletas elétricas registraram um salto de 346,7% sobre 2021.