Connect with us

Outros

Banco Mercedes-Benz inicia ano com crescimento em todas as modalidades de financiamento

Published

on

Imprensa Mercedes-Benz

* No primeiro bimestre, foram liberados R$ 373,8 milhões em novos negócios, valor 30% maior que o registrado em 2008

* Em unidades, foram financiados 2.228 veículos

* Carteira do Banco Mercedes-Benz atinge a marca de R$ 4,7 bilhões

Advertisement
O Banco Mercedes-Benz mantém o ritmo de crescimento registrado no final do ano passado e amplia em 30% os financiamentos para novos negócios. No primeiro bimestre de 2009, foram liberados R$ 373,8 milhões em recentes aquisições. No mesmo período de 2008, foram negociados R$ 288 milhões. Em unidades, foram financiados 2.228 veículos no primeiro bimestre deste ano ante 1.344 em janeiro e fevereiro do ano anterior.

“O Banco Mercedes-Benz vem buscando criar iniciativas para facilitar a aquisição de veículos da marca. Em parceria com a Montadora, estão sendo realizadas uma série de campanhas com condições diferenciadas de financiamento. Com isso, conseguimos fechar o primeiro bimestre do ano com um crescimento expressivo em relação a 2008”, explica José Francisco Ribeiro, dir etor Comercial e de Marketing do Banco Mercedes-Benz.

O Finame foi responsável por 70% do total financiado pelo Banco Mercedes-Benz. Foram liberados R$ 264,3 milhões por meio desta modalidade no primeiro bimestre deste ano. Em comparação com o mesmo período do ano passado, quando foram negociados R$ 188,7 milhões, o aumento foi de 40%.

Advertisement

O CDC, responsável por 6% do total financiado, obteve um crescimento de 47%, subindo de R$ 14,4 milhões em janeiro e fevereiro do ano passado para R$ 21,1 milhões nos dois primeiros meses de 2009.

Já o Leasing, que representou 24% dos financiamentos, registrou alta de 4%. No primeiro bimestre deste ano, foram liberados R$ 88,4 milhões ante R$ 84,9 milhões negociados em janeiro e fevereiro de 2008.

Advertisement
A carteira do Banco Mercedes-Benz apresentou elevação de 31% em 2009, atingindo a marca de R$ 4,7 bilh&o tilde;es. Em fevereiro de 2008, seu valor era de R$ 3,6 bilhões. Do total em carteira, o Finame representa 64%; o Leasing foi responsável por 32%; e o CDC, 4%.