Connect with us

Notícias

Cuidado com seu utilitário de carga e van se morar em São Paulo

Published

on

Cuidado com seu utilitário de carga e van se morar em São Paulo

Durante o primeiro trimestre de 2024, o Estado de São Paulo registrou um aumento significativo nos casos de roubos e furtos envolvendo VUC – Veículo Utilitário de Carga e vans em comparação com o mesmo período do ano anterior.

“Em geral, nos casos de roubos envolvendo esse tipo de veículo seguem o mesmo padrão de caminhões de grande porte, os criminosos muitas vezes mantêm os motoristas como reféns por longas horas”, revela Fernando Correia, gerente de operações da Ituran Brasil.

Os roubos e furtos dos utilitário de carga e van cresceram 24% no Estado no primeiro trimestre de 2024

Segundo levantamento realizado pela Ituran Brasil, baseado em dados da Secretaria de Segurança Pública, o número total de ocorrências relacionados a VUCs e vans aumentou de 395 em 2023 para 490 em 2024, representando um aumento percentual de 24%.

“Eles frequentemente seguem as rotas usuais para evitar que os gestores de frota percebam a anormalidade, o que lhes dá tempo para desativar dispositivos de segurança. É comum, o motorista, sob pressão do criminoso, responder às ligações da sua base e afirmar que está tudo sob controle”, diz Correia.

A cidade de São Paulo lidera o número de casos, com 264 roubos e furtos no primeiro trimestre de 2024, uma alta de 27,8% em relação ao mesmo período do ano passado

Ao analisar a proporção entre roubo e furto, observamos uma tendência consistente. Em 2023, 64,81% dos eventos foram classificados como roubo, enquanto 35,19% foram classificados como furto. Em 2024, a proporção geral permaneceu próxima, com uma ligeira mudança, com 64,29% dos eventos sendo roubo e 35,71% sendo furto.

Advertisement

A cidade de São Paulo lidera o número de casos, com 264 roubos e furtos no primeiro trimestre de 2024, uma alta de 27,8% em relação ao mesmo período do ano passado. Em seguida, aparece Guarulhos, com 71 casos, número 208% superior ao registrado no primeiro trimestre de 2023.